396. Quando se comete o pecado venial?

O pecado venial, que difere essencialmente do pecado mortal, comete-se quando se trata de matéria leve, ou mesmo grave, mas sem pleno conhecimento ou sem total consentimento. Não quebra a aliança com Deus, mas enfraquece a caridade; manifesta um afecto desordenado pelos bens criados; impede o progresso da alma no exercício das virtudes e na prática do bem moral; merece penas purificatórias temporais.


Veja este tema no Catecismo

Parágrafo 1862

1862. Comete-se um pecado venial quando, em matéria leve, não se observa a medida prescrita pela lei moral ou quando, em matéria grave, se desobedece à lei moral, mas sem pleno conhecimento ou sem total consentimento.

Parágrafo 1863

1863. O pecado venial enfraquece a caridade, traduz um afecto desordenado aos bens criados, impede o progresso da pessoa no exercício das virtudes e na prática do bem moral; e merece penas temporais. O pecado venial deliberado e não seguido de arrependimento, dispõe, a pouco e pouco, para cometer o pecado mortal. No entanto, o pecado venial não quebra a aliança com Deus e é humanamente reparável com a graça de Deus. «Não priva da graça santificante, da amizade com Deus, da caridade, nem, portanto, da bem-aventurança eterna» (98).

«Enquanto vive na carne, o homem não é capaz de evitar totalmente o pecado, pelo menos os pecados leves. Mas estes pecados, que chamamos leves, não os tenhas por insignificantes. Se os tens por insignificantes quando os pesas, treme quando os contas. Muitos objectos leves fazem uma massa pesada; muitas gotas de água enchem um rio; muitos grãos fazem um monte. Onde, então, está a nossa esperança? Antes de mais, na confissão...» (99).

Parágrafo 1864

1864. «Todo o pecado ou blasfémia será perdoado aos homens, mas a blasfémia contra o Espírito não lhes será perdoada» (Mt 12, 31) (100). Não há limites para a misericórdia de Deus, mas quem recusa deliberadamente receber a misericórdia de Deus, pelo arrependimento, rejeita o perdão dos seus pecados e a salvação oferecida pelo Espírito Santo (101). Tal endurecimento pode levar à impenitência final e à perdição eterna.

Parágrafo 1875

1875O pecado venial constitui uma desordem moral, reparável pela caridade que deixa subsistir em nós.


Acesse nossos estudos biblicos:

O que é a profecia da Lua de Sangue de Joel 2:30-31 na Bíblia?

A busca pelo amor verdadeiro é um tema presente na Bíblia. O que podemos aprender sobre esse assunto a partir do livro de Cânticos?

O que a Bíblia ensina sobre a importância da humildade e modéstia?

Qual é o papel da lei no Antigo Testamento, de acordo com Gálatas 3:10-14?

Como o retorno de Cristo pode ser um consolo em meio à dor, de acordo com 1 Tessalonicenses 4:13-18?

Qual é o exemplo de perseverança na fé que Paulo deixou em 2 Timóteo 4:7?

O que diz a Bíblia sobre a idolatria e qual é o impacto dela na vida do povo de Deus, de acordo com Oséias 4:12-13?

wcp

Share
Published by
wcp

Recent Posts

1. Qual é o desígnio de Deus acerca do homem?

Deus, infinitamente perfeito e bem-aventurado em si mesmo, num desígnio de pura bondade, criou livremente…

5 anos ago

2. Porque é que no homem existe o desejo de Deus?

Ao criar o homem à sua imagem, o próprio Deus inscreveu no coração humano o…

5 anos ago

3. Como é que se pode conhecer Deus apenas com a luz da razão?

A partir da criação, isto é, do mundo e da pessoa humana, o homem pode,…

5 anos ago

4. Basta porém a exclusiva luz da razão para conhecer Deus?

Ao conhecer Deus só com a luz da razão, o homem experimenta muitas dificuldades. Além…

5 anos ago

5. Como se pode falar de Deus?

É possível falar de Deus a todos e com todos, a partir das perfeições do…

5 anos ago

6. O que é que Deus revela ao homem?

Deus revela-se ao homem, na sua bondade e sabedoria. Mediante acontecimentos e palavras, Deus revela-se…

5 anos ago

This website uses cookies.