213. Como conciliar o inferno com a bondade infinita de Deus?

Deus, apesar de querer «que todos tenham modo de se arrepender» (2Ped3,9), tendo criado o homem livre e responsável, respeita as suas decisões. Portanto, é o próprio homem que, em plena autonomia, se exclui voluntariamente da comunhão com Deus se, até ao momento da própria morte, persiste no pecado mortal, recusando o amor misericordioso de Deus.


Veja este tema no Catecismo

Parágrafo 1036

1036.As afirmações da Sagrada Escritura e os ensinamentos da Igreja a respeito do Inferno são umapelo ao sentido de responsabilidade comque o homem deve usar da sua liberdade, tendo em vista o destino eterno. Constituem, ao mesmo tempo, umapelo urgente à conversão:«Entrai pela porta estreita, pois larga é a porta e espaçoso o caminho que levam à perdição e muitos são os que seguem por eles. Que estreita é a porta e apertado o caminho que levam à vida e como são poucos aqueles que os encontram!»(Mt7, 13-14):

«Como não sabemos o dia nem a hora, é preciso que, segundo a recomendação do Senhor, vigiemos continuamente, a fim de que, no termo da nossa vida terrena, que é só uma, mereçamos entrar com Ele para o banquete de núpcias e ser contados entre os benditos, e não sejamos lançados, como servos maus e preguiçosos, no fogo eterno, nas trevas exteriores, onde "haverá choro e ranger de dentes"» (633).

Parágrafo 1037

1037.Deus não predestina ninguém para o Inferno (634). Para ter semelhante destino, é preciso haver uma aversão voluntária a Deus (pecado mortal) e persistir nela até ao fim. Na liturgia eucarística e nas orações quotidianas dos seus fiéis, a Igreja implora a misericórdia de Deus, «que não quer que ninguém pereça, mas que todos se convertam»(2 Pe3, 9):

«Aceitai benignamente, Senhor, a oblação que nós, vossos servos, com toda a vossa família, Vos apresentamos. Dai a paz aos nossos dias livrai-nos da condenação eterna e contai-nos entre os vossos eleitos» (635).

Acesse nossos estudos biblicos:

O que a Bíblia nos ensina sobre a sabedoria como um dom de Deus?

Qual é a importância de cuidar dos mais fracos de acordo com Tiago 1:27?

Qual é a mensagem por trás da parábola do Fariseu e do Publicano?

O que o livro de Cântico dos Cânticos nos ensina sobre a busca pelo amado/a?

Qual é o exemplo de perseverança na espera das promessas de Deus apresentado na história de Zacarias e Isabel em Lucas 1:5-25?

Qual é a importância de ser fiel à sã doutrina?

Qual é o exemplo de perseverança na fé que Paulo deixou em 2 Timóteo 4:7?


Livraria Católica