364. Que relação existe entre liberdade e responsabilidade?

A liberdade torna o homem responsável pelos seus actos, na medida em que são voluntários, embora a imputabilidade e a responsabilidade de um acto possam ser diminuídas, e até anuladas, pela ignorância, a inadvertência, a violência suportada, o medo, as afeições desordenadas e os hábitos.


Veja este tema no Catecismo

Parágrafo 1734

1734.A liberdade torna o homemresponsávelpelos seus actos, na medida em que são voluntários. O progresso na virtude, o conhecimento do bem e a ascese aumentam o domínio da vontade sobre os próprios actos.

Parágrafo 1735

1735.A imputabilidadee responsabilidade dum acto podem ser diminuídas, e até anuladas, pela ignorância, a inadvertência, a violência, o medo, os hábitos, as afeições desordenadas e outros factores psíquicos ou sociais.

Parágrafo 1736

1736.Todo o acto directamente querido é imputável ao seu autor.

Assim, depois do pecado no paraíso, o Senhor pergunta a Adão: «Que fizeste'?» (Gn3, 13). O mesmo faz a Caim (32). Assim também o profeta Natan ao rei David, após o adultério com a mulher de Urias e o assassinato deste (33). Uma acção pode ser indirectamente voluntária, quando resulta duma negligência relativa ao que se deveria ter conhecido ou feito, por exemplo, um acidente de trânsito, provocado por ignorância do código da estrada.

Parágrafo 1737

1737.Um efeito pode ser tolerado, sem ter sido querido pelo agente, por exemplo, o esgotamento duma mãe à cabeceira do seu filho doente. O efeito mau não é imputável se não tiver sido querido nem como fim nem como meio do acto, como a morte sofrida quando se levava socorro a uma pessoa em perigo. Para que o efeito mau seja imputável, é necessário que seja previsível e que aquele que age tenha a possibilidade de o evitar como, por exemplo, no caso dum homicídio cometido por um condutor em estado de embriaguez.

Parágrafo 1745

1745.A liberdade caracteriza os actos propriamente humanos. Torna o ser humano responsável pelos actos de que é autor voluntário. O seu agir deliberado pertence-lhe como próprio.

Parágrafo 1746

1746.A imputabilidade ou responsabilidade duma acção pode ser diminuída, ou suprimida, por ignorância, violência, medo e outros factores psíquicos ou sociais.


Acesse nossos estudos biblicos:

Qual é a importância da gratidão na vida cristã, de acordo com a primeira carta a Timóteo?

O que significam as visões de Daniel sobre o carneiro e o bode em Daniel 8?

Qual é a importância da oração e intercessão na vida cristã, segundo 1 Timóteo 2:1-4?

Qual é a importância da disciplina cristã de acordo com 1 Coríntios 9:24-27?

Quem foi Ezequias na Bíblia e como sua história nos ensina sobre a importância de confiar em Deus?

Qual é a relação entre amor e obediência de acordo com a Bíblia?

O que Baruc 6:2-5 nos ensina sobre o perigo de confiar em nós mesmos em vez de confiar em Deus?


Livraria Católica