370. O que são as paixões?

São os afectos, as emoções ou os movimentos da sensibilidade – componentes naturais da psicologia humana – que inclinam a agir ou a não agir em vista do que se percebeu como bom ou como mau. As principais são o amor e o ódio, o desejo e o medo, a alegria, a tristeza e a cólera. A paixão fundamental é o amor, provocado pela atracção do bem. Não se ama se não o bem, verdadeiro ou aparente.


Veja este tema no Catecismo

Parágrafo 1762

1762.A pessoa humana ordena-se à bem-aventurança através dos seus actos deliberados: as paixões ou sentimentos que experimenta podem dispô-la nesse sentido e contribuir para isso.

Parágrafo 1763

1763.O termo «paixões» pertence ao património cristão. Os sentimentos ou paixões são as emoções ou movimentos da sensibilidade. que inclinam a agir, ou a não agir, em vista do que se sentiu ou imaginou como bom ou como mau.

Parágrafo 1764

1764.As paixões são componentes naturais do psiquismo humano, constituem o lugar de passagem e garantem a ligação entre a vida sensível e a vida do espírito. Nosso Senhor designa o coração do homem como fonte de onde brota o movimento das paixões (43).

Parágrafo 1765

1765.São numerosas as paixões. A mais fundamental é o amor, provocado pela atracção do bem. O amor causa o desejo do bem ausente e a esperança de o alcançar. Este movimento tem o seu termo no prazer e na alegria do bem possuído. A apreensão pelo mal causa o ódio, a aversão e o receio do mal futuro; este movimento termina na tristeza pelo mal presente ou na cólera que a ele se opõe.

Parágrafo 1766

1766.«Amar é querer bem a alguém» (44). Todos os outros afectos nascem neste movimento original do coração do homem para o bem. Só o bem é amado (45). «As paixões são más se o amor for mau, e boas se ele for bom» (46).

Parágrafo 1771

1771.O termo «paixões» designa afectos ou sentimentos. Através das suas emoções, o homem pressente o bem e suspeita do mal.

Parágrafo 1772

1772.As principais paixões são o amor e o ódio, o desejo e o temor; a alegria, a tristeza e a cólera.


Acesse nossos estudos biblicos:

O que podemos aprender com a vitória de Judite em Judite 16:1-3?

Como lidar com conflitos e desentendimentos entre irmãos: o exemplo dos filhos de José (Josué 17-19)?

O que a Bíblia diz sobre a verdadeira fonte de consolo em tempos de aflição?

Como a misericórdia de Deus é manifesta em Isaías? O que o livro de Isaías nos ensina sobre a graça e a misericórdia de Deus?

Qual é a importância da sabedoria na escolha do cônjuge e no casamento de acordo com Provérbios 18:22?

O que representa a imagem do rio da vida em Ezequiel (Ezequiel 47)?

O que significa a soberania de Deus sobre a história humana, conforme descrito em Sofonias 1:15?


Livraria Católica