Parágrafo 1752

1752.Em face do objecto, aintençãocoloca-se do lado do sujeito que age. Porque está na fonte voluntária da acção e a determina pelo fim em vista, a intenção é um elemento essencial na qualificação moral da acção. O fim em vista é o primeiro dado da intenção e designa a meta a atingir pela acção. A intenção é um movimento da vontade em direcção ao fim; diz respeito ao termo do agir. É o alvo do bem que se espera da acção empreendida. Não se limita à direcção das nossas acções singulares, mas pode ordenar para um mesmo fim acções múltiplas: pode orientar toda a vida para o fim último. Por exemplo, um serviço prestado tem por fim ajudar o próximo, mas pode ser inspirado, ao mesmo tempo, pelo amor de Deus como fim último de todas as acções. Uma mesma acção pode também ser inspirada por várias intenções, como prestar um serviço para obter um favor ou para satisfazer a vaidade.



Aprofunde seus conhecimentos

220. Em que consiste a economia sacramental?

325. De quantos graus se compõe o sacramento da Ordem?

499. Porque é que a inseminação e a fecundação artificiais são imorais?

194. O que significa a expressão comunhão dos santos?

203. O que significa a «ressurreição da carne»?

204. Qual a relação entre a Ressurreição de Cristo e a nossa?

434. «Mestre, que devo fazer de bom para alcançar a vida eterna?» (Mt 19,16)


Acesse nossos estudos biblicos:

Qual é o exemplo de Sodoma e Gomorra e quais são as consequências da imoralidade e perversão, de acordo com a Bíblia?

Qual é o ensinamento sobre liderança de servos humildes em 3 João 1:1-4?

Como o Rei Asa restaurou a adoração verdadeira e venceu a guerra contra Etiópia em 1 Reis 15:9-24?

O que 2 Coríntios 9:6-8 nos ensina sobre generosidade e prosperidade?

Como a história de Ester conta a história de redenção do povo judeu?

Como a passagem de Jó 38:1-11 revela a soberania de Deus em meio ao sofrimento?

A santidade do sacerdócio: Como a lei da santidade sacerdotal no livro de Números nos ensina sobre a importância da pureza e da dedicação na adoração a Deus? (Números 18:1-7)


Livraria Católica