181. Porque é que o ministério eclesial tem um carácter pessoal?

O ministério eclesial tem também um carácter pessoal, pois, em virtude do sacramento da Ordem, cada um é responsável diante de Cristo, que pessoalmente o chamou, conferindo-lhe a missão.


Veja este tema no Catecismo

Parágrafo 879

879.O ministério sacramental na Igreja é, pois, um serviço exercido em nome de Cristo. Tem um carácter pessoal e uma forma colegial. Isto verifica-se nos vínculos que ligam o colégio episcopal e o seu chefe, o sucessor de Pedro, bem como na relação entre a responsabilidade pastoral do bispo pela sua Igreja particular e a solicitude comum do colégio episcopal pela Igreja universal.

Parágrafo 880

880.Cristo, ao instituir os Doze, «deu-lhes a forma dum corpo colegial, quer dizer, dum grupo estável, e colocou á sua frente Pedro, escolhido de entre eles» (403). «Assim como, por instituição do Senhor, Pedro e os outros apóstolos formam um só colégio apostólico, assim de igual modo o pontífice romano, sucessor de Pedro, e os bispos, sucessores dos Apóstolos, estão unidos entre si» (404).


Acesse nossos estudos biblicos:

O que a Bíblia diz sobre a importância da honestidade e integridade em Eclesiástico 20:1-11?

Qual é o exemplo de fé de Abraão e o que podemos aprender com ele? (Hebreus 11:8-12)

O que significa “dar graças em todas as circunstâncias” em 1 Tessalonicenses 5:18?

Qual é a importância do propósito e da missão de Ester em Ester 4:14?

Qual é o papel do Espírito Santo na santificação do cristão?

A dedicação do Templo de Jerusalém: análise da cerimônia (1 Crônicas 22-29)

Quais são as visões de Daniel sobre a estátua de ouro e as quatro bestas?


Livraria Católica