Consagração

Entenda o significado da consagração na Bíblia

A consagração é uma prática presente na Bíblia, que consiste em atribuir caráter sagrado a alguém ou a algum objeto, votando, dedicando e considerando essa pessoa ou coisa como propriedade de Deus. Exemplos disso podem ser encontrados na sagração de um bispo, de uma igreja, de um cálice com sua patena, no Antigo Testamento.

– Dar caráter sagrado a alguém ou a algum objeto implica votar, dedicar, atribuir aquela pessoa ou coisa como propriedade de Deus.

Assim, hoje se fala da sagração de um bispo, de uma igreja, de um cálice com sua patena.

– No AT há várias passagens que dão exemplos de consagração.

– O povo era consagrado a Deus, de que era sinal a circuncisão:

Jz 14,3: Tu és estéril, e nunca tiveste filhos, mas conceberás e darás à luz um filho.

– O sábado era consagrado ao Senhor:

Ex 20,9-11: Mas no sétimo dia, que é um repouso em honra do Senhor, teu Deus, não farás trabalho algum.

Dt 5,12: Guardarás o dia do sábado e o santificarás, como te ordenou o Senhor, teu Deus.

– Ezequiel fala de um muro que cercava o templo e separava o sagrado do profano:

Ez 42,20: Tinha assim medido o circuito do muro, pelos quatro lados: extensão, quinhentos côvados.

– Os sacerdotes levíticos se aproximavam do altar do Senhor com vestimentas consagradas:

Ez 44,17-19: Ao passarem as portas do átrio interior, deverão estar vestidos de linho.

– O rei era ungido do Senhor e a ele consagrado:

1Sm 24,7: Estendendo a mão contra o ungido do Senhor, meu senhor, pois ele é consagrado ao Senhor!

– Em Números se escreve sobre o voto do nazireato, em que os cabelos eram consagrados ao Senhor:

Nm 6,5: Durante todo o tempo de seu voto de nazireato, a navalha não passará pela sua cabeça.

– No NT, Jesus é Cristo, aquele que era ungido, consagrado, e santifica também seus discípulos:

Jo 10,36: Como acusais de blasfemo aquele a quem o Pai santificou e enviou ao mundo.

Jo 17,17-18: Santifica-os pela verdade. […] Como tu me enviaste ao mundo, também eu os enviei ao mundo.

A consagração também é mencionada no Antigo Testamento, como a circuncisão do povo consagrado a Deus, o sábado consagrado ao Senhor, os sacerdotes levíticos se aproximando do altar do Senhor com vestimentas consagradas, o rei sendo ungido e consagrado pelo Senhor, e o voto do nazireato, onde os cabelos eram consagrados ao Senhor. No Novo Testamento, Jesus é Cristo, aquele que é consagrado e santifica também seus discípulos.

– Ver CIRCUNCISÃO, SÁBADO, MESSIAS.