Movimentos messiânicos e religiosidade popular no Brasil (1808-1938)

Oferta!

Original price was: R$ 93,90.Current price is: R$ 74,02.

Comprar
SKU: 8553019322Categoria:

Descrição

Os movimentos populares qualificados de messiânicos despertam hoje um renovado interesse. Os mais conhecidos são Canudos (1893-1897) e Juazeiro (1872-1914) no Nordeste; a Revolta dos Mücker (1868-1874) e a Guerra do Contestado (1912-1916) no sul do país. No entanto, encontramos na história do Brasil outros acontecimentos de mesmo caráter. Foi o caso, como nos propomos a esclarecer, de outros cinco no Nordeste: Cidade do Paraíso Terrestre (1817-1820), Reino da Pedra Bonita (1836-1838), o trabalho do pe. José Antônio Maria Ibiapina entre 1853 e 1883, Caldeirão (1926-1936) e Pau de Colher (1930-1938). Completaremos este quando com mais três no centro-sul do país: Canudinho de Lages (1897), Santa Dica (1923-1925) e os Monges Barbudos do Lagoão (1938). Estes doze movimentos serão abordados na presente obra, que abrange, portanto, um período cronológico relativamente longo: de 1817, com o nascimento da Cidade do Paraíso Terrestre, até 1938, com o fim dos Monges Barbudos do Lagoão. Esta visão panorâmica nos ajudará a entender que os movimentos transcenderam as questões materiais e regionais do momento e estão arraigados na religiosidade popular e nos anseios mais profundos da humanidade. Esperamos contribuir assim com novas luzes para o entendimento dos movimentos messiânicos brasileiros.

Alexandre Antosz Filho