O GALO MÚSICO

Oferta!

Original price was: R$ 59,90.Current price is: R$ 32,50.

Comprar
SKU: 8501913502Categoria:

Descrição

A obra reúne criações literárias concebidas em diferentes fases da vida do escritor mineiro, “da juventude à maturidade, do desejo ao amor”.A primeira, escrita ainda muito jovem, conquistou um prêmio de âmbito nacional no Concurso Permanente de Contos da revista Carioca, que assim se manifestou: “Este conto é engenhoso. Revela qualidades de invenção e humorismo. Com trouvailles assim, muita gente tem escrito histórias que andam por aí, em livros e traduções. Convém acentuar, porém, que seu autor é quase um guri: um rapazinho de 14 anos.” Na apresentação do conto, o autor confessa que, embora exultante com o prêmio, o “rapa-zinho de 14 anos” não sabia o que queria dizer trouvailles e não gostou nada do “guri”.Aos 18 anos, Sabino conquista um prêmio ainda maior: a admiração de Mário de Andrade, numa carta de louvor ao seu conto “O companheiro” ― narrativa de uma garotinha, na sua própria linguagem, sobre a amizade dela com um menino da mesma idade. Já o conto “O galo músico” se inspirou num galo de estimação de seu pai (cuja memória ele tanto prezou em No fim dá certo). O diabo do galo só fazia atormentar o jovem estudante, cantando dia e noite sob a janela de seu quarto. No conto, o personagem confessa que por pouco não o estrangulou. Seu pai gostou do conto, mas o aconselhou a viajar, conhecer outros lugares e pessoas mais interessantes. Seguiu o conselho, correu o mundo, mas não conheceu ninguém como seu pai. E confessa ter passado, daí em diante, a “ouvir o galo cantar sem saber onde”.Segue-se a novela “O outro pai”, sobre o drama de uma jovem adolescente lutando contra a paixão que lhe inspira o homem de quem se julgava filha. A vida adulta se inaugura sob o signo do desejo, nos amores de um estudante por sua senhoria e na iniciação de um jovem pela “ Primeira loura”, com seu repertório de requintes na cama. “O marido fiel” é aquele que encerra a noite de boemia nos braços de sua própria mulher. E “A menina de Búzios” vem a ser uma ninfeta, cuja lascívia o próprio Petrônio jamais imaginaria pudesse se inspirar no menino do seu Satyricon.Em “O rosto”, o que há de mais noturno na vivência do autor remete-o de novo aos 18 anos, ante a visão sinistra de um rosto através da vidraça. A noite é uma criança ― uma menina a fugir da lascívia dos homens. E depois que “O fariseu” passa pela experiência infernal da maconha, a noite de amor da última novela, como no verso do poeta, é uma “Noite única”.

  • Editora ‏ : ‎ Record; 2ª edição (19 novembro 1998)
  • Idioma ‏ : ‎ Português
  • Capa comum ‏ : ‎ 224 páginas
  • ISBN-10 ‏ : ‎ 8501913502
  • ISBN-13 ‏ : ‎ 978-8501913500
  • Dimensões ‏ : ‎ 20.8 x 13.6 x 1.4 cm