Parágrafo 2295

2295.As investigações ou experiências sobre o ser humano não podem legitimar actos em si mesmos contrários à dignidade das pessoas e à lei moral. O eventual consentimento dos sujeitos não justifica tais actos. A experimentação sobre o ser humano não é moralmente legítima, se fizer correr riscos desproporcionados, ou evitáveis, à vida ou à integridade física ou psíquica do sujeito. A experimentação sobre seres humanos não é conforme à dignidade da pessoa se, ainda por cima, for feita sem o consentimento esclarecido do sujeito ou de quem sobre ele tem responsabilidades.



Aprofunde seus conhecimentos

176. O que é a sucessão apostólica?

485. O que exige a lei moral, em caso de guerra?

149. Quais são as origens e a realização plena da Igreja?

434. «Mestre, que devo fazer de bom para alcançar a vida eterna?» (Mt 19,16)

541. Quem ensinou Jesus a rezar?

526. Qual a relação entre a verdade, a beleza e a arte sacra?

480. Que pede o Senhor a cada um em ordem à paz?


Acesse nossos estudos biblicos:

O que significa a soberania de Deus sobre a história humana, conforme descrito em Sofonias 1:15?

Como a justiça de Deus se manifesta em meio ao sofrimento, de acordo com Jó 34:10-12?

O que significa a expressão “vivemos pela fé, não pela visão” em 2 Coríntios 5:7?

O que a Bíblia nos ensina sobre como Deus é nosso refúgio e fortaleza em tempos difíceis, como podemos confiar nele e encontrar paz em meio às adversidades?

O que significa o sonho de Daniel sobre as quatro feras em Daniel 7?

Qual é a mensagem de Ezequiel sobre a responsabilidade individual perante Deus?

Qual é a relação entre amor e obediência de acordo com a Bíblia?


Livraria Católica