111. Como se deu a entrada messiânica em Jerusalém?

No tempo estabelecido, Jesus decide subir a Jerusalém para sofrer a sua paixão, morrer e ressuscitar. Como Rei Messias que manifesta a vinda do reino, Ele entra na sua cidade montado num jumento. É acolhido pelos humildes, cuja aclamação é retomada noSanctuseucarístico: «Bendito aquele que vem no nome do Senhor!Hossana (salva-nos)» (Mt21,9). A liturgia da Igreja inicia a Semana Santa com a celebração desta entrada em Jerusalém.


Veja este tema no Catecismo

Parágrafo 557

557.«Ora, como se aproximavam os dias de Jesus ser levado deste mundo, Ele tomou a firme resolução de Se dirigir a Jerusalém»(Lc 9,51) (321). Por esta decisão, indicava que subia para Jerusalém pronto para lá morrer. Já por três vezes tinha anunciado a sua paixão e a sua ressurreição (322). E ao dirigir-Se para Jerusalém, declara: «não se admite que um profeta morra fora de Jerusalém»(Lc13, 33).

Parágrafo 558

558.Jesus recorda o martírio dos profetas que tinham sido entregues à morte em Jerusalém (323). No entanto, continua a convidar Jerusalém a reunir-se à sua volta: «Quantas vezes Eu quis agrupar os teus filhos como a galinha junta os seus pintainhos sob as asas!... Mas vós não quisestes»(Mt23, 37b). Quando já avista Jerusalém, chora sobre ela (324) e exprime, uma vez mais, o desejo do seu coração: «Se neste dia também tu tivesses conhecido o que te pode trazer a paz! Mas agora isto está oculto aos teus olhos»(Lc19, 42).

Parágrafo 559

559.Como vai Jerusalém acolher o seu Messias? Embora tenha sempre evitado as tentativas populares de O fazerem rei (325), Jesus escolheu o momento e preparou os pormenores da sua entrada messiânica na cidade de «David, seu pai»(Lc1, 32) (326). E é aclamado como filho de David e como aquele que traz a salvação («Hosanna» quer dizer «então salva!», «dá a salvação»). Ora, o «rei da glória» (Sl24, 7-10) entra na «sua cidade», «montado num jumento» (Zc9, 9). Não conquista a filha de Sião, figura da sua Igreja, nem pela astúcia nem pela violência, mas pela humildade que dá testemunho da verdade (327). Por isso é que, naquele dia, os súbditos do seu Reino, são as crianças (328) e os «pobres de Deus», que O aclamam, tal como os anjos O tinham anunciado aos pastores (329). A aclamação deles: «Bendito o que vem em nome do Senhor» (Sl118, 26) é retomada pela Igreja no«Sanctus»da Liturgia Eucarística, a abrir o memorial da Páscoa do Senhor.

Parágrafo 560

560.A entrada de Jesus em Jerusalémmanifesta a vinda do Reino que o Rei-Messias vai realizar pela Páscoa da sua morte e da sua ressurreição. É com a sua celebração, no Domingo de Ramos, que a Liturgia da Igreja começa a Semana Santa.

Parágrafo 569

569.Jesus subiu voluntariamente a Jerusalém, sabendo perfeitamente que ali ia morrer de morte violenta, por causa da oposição dos pecadores(335).

Parágrafo 570

570.A entrada de Jesus em Jerusalém manifesta a vinda do Reino, que o Rei-Messias, acolhido na cidade pelas crianças e pelos humildes de corarão, vai realizar pela Páscoa da sua morte e ressurreição.


Acesse nossos estudos biblicos:

Quem são os Quatro Cavaleiros do Apocalipse e qual é o seu significado?

Qual é a importância da santidade em nossa vida cristã, de acordo com 1 Coríntios 6:19-20?

O que diz Naum 1:9 sobre a misericórdia de Deus para aqueles que se arrependem?

O que é a Batalha do Vale de Josafá mencionada no livro de Joel e qual é o seu significado?

Qual é a importância da disciplina cristã de acordo com 1 Coríntios 9:24-27?

Qual é a natureza imutável de Deus, de acordo com Malaquias 3:6?

O que o livro de Cantares nos ensina sobre a beleza da mulher noiva e da mulher madura?


Livraria Católica