155. Em que sentido o povo de Deus participa das três funções de Cristo: Sacerdote, Profeta e Rei?

O povo de Deus participa no ministériosacerdotalde Cristo, enquanto os baptizados são consagrados pelo Espírito Santo para oferecer sacrifícios espirituais; participa no seu ministérioprofético, enquanto, com o sentido sobrenatural da fé, a esta adere indefectivelmente, a aprofunda e testemunha; e participa no seu ministériorealcom o serviço, imitando Jesus Cristo, que, rei do universo, se fez servo de todos, sobretudo dos pobres e dos que sofrem.


Veja este tema no Catecismo

Parágrafo 783

783.Jesus Cristo é Aquele que o Pai ungiu com o Espírito Santo e constituiu «sacerdote, profeta e rei». Todo o povo de Deus participa destas três funções de Cristo, com as responsabilidades de missão e de serviço que delas resultam (215).

Parágrafo 784

784.Ao entrar no povo de Deus pela fé e pelo Baptismo, participa-se na vocação única deste povo: na sua vocaçãosacerdotal –«Cristo Senhor, sumo-sacerdote escolhido de entre os homens, fez do povo novo «um reino de sacerdotes para o seu Deus e Pai». Na verdade, pela regeneração e pela unção do Espírito Santo, os baptizados sãoconsagradospara serem uma casa espiritual, um sacerdócio santo (216).

Parágrafo 785

785.«O povo santo de Deus participa também da funçãoproféticade Cristo», sobretudo pelo sentido sobrenatural da fé, que é o de todo o povo, leigos e hierarquia, quando «adere indefectivelmente à fé transmitida aos santos de uma vez por todas» (217),aprofunda o conhecimento da mesma, e se torna testemunha de Cristo no meio deste mundo.

Parágrafo 786

786.Finalmente, o povo de Deus participa na funçãorealde Cristo. Cristo exerce a sua realeza atraindo a Si todos os homens pela sua morte e ressurreição (218). Cristo, Rei e Senhor do universo, fez-Se o servo de todos, pois «não veio para ser servido, mas para servir e dar a vida como resgate pela multidão»(Mt20, 28). Para o cristão, «reinar é servi-Lo» (219), em especial «nos pobres e nos que sofrem, nos quais a Igreja reconhece a imagem do seu Fundador pobre e sofredor (220). O povo de Deus realiza a sua «dignidade real» na medida em que viver de acordo com esta vocação de servir com Cristo.

«De todos os regenerados em Cristo, o sinal da cruz faz reis, a unção do Espírito Santo consagra sacerdotes, para que, independentemente do serviço particular do nosso ministério, todos os cristãos espirituais no uso da razão se reconheçam membros desta estirpe real e participantes da função sacerdotal. De facto, que há de tão real para uma alma como governar o seu corpo na submissão a Deus? E que há de tão sacerdotal como oferecer ao Senhor uma consciência pura, imolando no altar do seu coração as vítimas sem mancha da piedade?» (221).

Acesse nossos estudos biblicos:

Qual é o papel da igreja em promover a reconciliação de acordo com Filêmon 1:6?

O que a Bíblia nos ensina sobre a afirmação da identidade pessoal dentro do relacionamento amoroso?

As Bem-aventuranças: Compreendendo o Significado e a Importância (Mateus 5:3-11)

Como a soberania de Deus é retratada em meio ao caos em Lamentações 2:8-9?

Qual é a história por trás do milagre da ressurreição do filho da sunamita realizada por Eliseu em 2 Reis 4?

Qual é a importância de perseverar na fé, de acordo com 2 João 1:8?

Qual é o significado do cântico de Davi em gratidão a Deus?


Livraria Católica