565. Quem pode educar na oração?

A família cristã é o primeiro lugar da educação na oração. A oração familiar quotidiana é especialmente recomendada porque é o primeiro testemunho da vida de oração da Igreja. A catequese, os grupos de oração, a «direcção espiritual» constituem uma ajuda e uma escola de oração.


Veja este tema no Catecismo

Parágrafo 2685

2685.A família cristãé o primeiro lugar da educação para a oração. Fundada no sacramento do Matrimónio, é «a igreja doméstica» na qual os filhos de Deus aprendem a orar «em igreja» e a perseverar na oração. Particularmente para os filhos pequenos, a oração familiar quotidiana é o primeiro testemunho da memória viva da Igreja pacientemente despertada pelo Espírito Santo.

Parágrafo 2686

2686.Osministros ordenadossão também responsáveis pela formação na oração dos seus irmãos e irmãs em Cristo. Servos do Bom Pastor, são ordenados para guiar o povo de Deus até às fontes vivas da oração: a Palavra de Deus, a Liturgia, a vida teologal, o «hoje» de Deus nas situações concretas (36).

Parágrafo 2687

2687.Muitosreligiosostêm consagrado toda a sua vida à oração. Depois dos anacoretas do deserto do Egipto, eremitas, monges e monjas têm dedicado o seu tempo ao louvor de Deus e à intercessão pelo seu povo. A vida consagrada não se mantém nem se propaga sem a oração; é uma das fontes vivas da contemplação e da vida espiritual na Igreja.

Parágrafo 2688

2688.Acatequesedas crianças, dos jovens e dos adultos visa a que a Palavra de Deus seja meditada na oração pessoal, actualizada na oração litúrgica e interiorizada em todo o tempo, para que dê fruto numa vida nova. A catequese é também o momento em que se pode purificar e educar a piedade popular (37). A memorização das orações fundamentais oferece um suporte indispensável à vida de oração, mas é importante que se faça saborear o seu sentido (38).

Parágrafo 2689

2689.Grupos de oração eaté «escolas de oração» são hoje um dos sinais e um dos estímulos da renovação da oração na Igreja, na condição de irem beber às fontes autênticas da oração cristã. A preocupação com a comunhão é sinal da verdadeira oração na Igreja.

Parágrafo 2690

2690.O Espírito Santo concede a certos fiéis dons de sabedoria, de fé e de discernimento, em vista deste bem comum que é a oração(direcção espiritual).Aqueles e aquelas que de tais dons são dotados, são verdadeiros ministros da tradição viva da oração:

É por isso que a alma que quer progredir na perfeição deve, segundo o conselho de São João da Cruz, «olhar em que mãos se põe, porque, qual o mestre, tal será o discípulo, e tal pai, tal filho». E ainda: o guia, «além de sábio e discreto, é mister que seja experimentado» [...]. Se o guia espiritual «não tem experiência do que é puro e verdadeiro espírito, não atinará a encaminhar nele, quando Deus lho dá, nem ainda o poderia entender» (39).

Parágrafo 2694

2694.A família cristã é o primeiro lugar da educação para a oração.

Parágrafo 2695

2695.Os ministros ordenados, a vida consagrada, a catequese, os grupos de oração, a «direcção espiritual» prestam, na Igreja, ajuda d oração.


Acesse nossos estudos biblicos:

Qual é a mensagem de Provérbios 6:6-11 sobre a preguiça e o trabalho árduo?

O poder da comunidade: a união do povo judeu em Ester (Ester 9:1-5)

Qual é a importância da oração e intercessão na vida cristã, segundo 1 Timóteo 2:1-4?

O que Sabedoria 8:7 nos ensina sobre a sabedoria como fonte de virtude e honra?

Como lidar com a oposição à verdade do Evangelho?

Qual é a importância da reorganização do templo de Jerusalém descrita em 2 Macabeus 10:1-9?

O que é a profecia das setenta semanas em Daniel 9?


Livraria Católica