Louvor a Deus

Louvor a Deus: Glorificando e Agradecendo ao Criador

A palavra louvor tem múltiplos significados, todos adequados para serem dirigidos a Deus. A Bíblia Sagrada contém inúmeros trechos que evidenciam a gratidão e a glorificação ao Criador. Neste texto, exploraremos alguns desses trechos e entenderemos a importância do louvor a Deus.

– A palavra latina de que deriva louvor (laus, elogio) tem também em seu conceito mérito, valor, glória, honra, renome, estima e consideração, demonstração de gratidão, agradecimento, louvação. Todos esses significados se dirigem adequadamente a Deus:

Sl 78,6.8-9.13: Desferi, antes, vossa ira sobre […] os reinos que não invocam o vosso nome.

Sl 88,2: Com efeito, vós dissestes: “A bondade é um edifício eterno”. Vossa fidelidade firmastes no céu.

Sl 95,1-2: Cantai ao Senhor um cântico novo. Cantai ao Senhor, terra inteira.

Sl 102,1-2: Bendize, ó minha alma, o Senhor, e tudo o que existe em mim bendiga o seu santo nome.

Sl 104,1-2: Celebrai o Senhor, aclamai o seu nome, apregoai entre as nações as suas obras.

Is 6,3: Santo, santo, santo é o Senhor Deus do universo! A terra inteira proclama a sua glória!

Is 12,4-5: Louvai o Senhor, invocai o seu nome, fazei que suas obras sejam conhecidas entre os povos.

Jr 31,7: Lançai gritos de júbilo por causa de Jacó. Aclamai a primeira das nações.

– Há trechos da Sagrada Escritura, do AT e do Novo, em que se evidencia a gratidão:

Es 10,11: Agora, compenetrai-vos de vossa falta diante do Senhor, o Deus de nossos pais, e fazei a sua vontade.

Sl 33,2-3: Celebrai o Senhor com a cítara, entoai-lhe hinos na harpa de dez cordas.

Sl 34,17-18: Vou render-vos graças publicamente, eu vos louvarei na presença da multidão.

Sl 68,31-32: Cantarei um cântico de louvor ao nome do Senhor, e o glorificarei com um hino de gratidão.

Sl 70,5-6: Porque vós sois, ó meu Deus, minha esperança. Senhor, desde a juventude vós sois minha confiança.

Sl 108,30-31: Celebrarei altamente o Senhor, e o louvarei em meio à multidão.

– Noutros, dá-se ênfase à glorificação:

1Cr 16,4.8-9: Davi colocou diante da arca do Senhor levitas […] que invocavam, celebravam e louvavam o Senhor.

Sl 21,24: Vós que temeis o Senhor, louvai-o; vós todos, descendentes de Jacó, aclamai-o.

Is 42,10-42: Cantai ao Senhor um cântico novo, do fim do mundo entoai seus louvores.

Lc 17,15-16: Um deles, vendo-se curado, voltou, glorificando a Deus em alta voz.

At 11,18: Depois de terem ouvido essas palavras, eles se calaram e deram glória a Deus.

At 13,48: Essas palavras encheram de alegria os pagãos que glorificavam a palavra do Senhor.

– Louva-se a bondade e a fidelidade de Deus para com seu povo:

1Sm 2,1-2: Exulta o meu coração no Senhor, nele se eleva a minha força.

Sl 29,5-6: Vós, fiéis do Senhor, cantai sua glória, dai graças ao seu santo nome.

Sl 33,4-5: Glorificai comigo o Senhor, juntos exaltemos o seu nome.

Sl 144,8-9: O Senhor é clemente e compassivo, generoso e cheio de bondade.

Is 25,4-5: Porque vós sois refúgio para o fraco, refúgio para o pobre na sua tribulação.

Mt 9,31: Mas apenas haviam saído, espalharam a sua fama por toda a região.

Lc 1,46-55.67-68: E Maria disse: Minha alma glorifica ao Senhor.

Lc 2,14.20.28-29.38: Glória a Deus no mais alto dos céus e na terra paz aos homens, objetos da benevolência.

Lc 5,26: Todos ficaram transportados de entusiasmo e glorificavam a Deus.

Lc 7,16: Apoderou-se de todos o temor, e glorificavam a Deus, dizendo: “Um grande profeta surgiu entre nós”.

Lc 13,13: Impôs-lhe as mãos e no mesmo instante ela se endireitou, glorificando a Deus.

Lc 17,15-16: Um deles, vendo-se curado, voltou, glorificando a Deus em alta voz.

Lc 18,43: Ficou vendo e seguia a Jesus, glorificando a Deus. Presenciando isto, todo o povo deu glória a Deus.

Lc 19,37-38: Toda a multidão dos discípulos, tomada de alegria, começou a louvar a Deus em altas vozes.

Lc 23,47: Vendo o centurião o que acontecia, deu glória a Deus e disse: “Na verdade, este homem era um justo”.

Lc 24,53: E permaneciam no templo, louvando e bendizendo a Deus.

Rm 15,9: Quanto aos pagãos, eles só glorificam a Deus em razão de sua misericórdia.

Rm 16,25-26: Àquele que é poderoso para vos confirmar, segundo o meu Evangelho, na pregação de Jesus Cristo.

– Por causa dos gestos de misericórdia e amor para conosco na criação:

Sl 8: Ó Senhor, nosso Deus, como é glorioso vosso nome em toda a terra!

Sl 28,3-11: Ouve-se a voz do Senhor sobre as águas! O Deus de grandeza retumbou: o Senhor trovejou sobre as águas imensas!

Sl 88,2: Cantarei, eternamente, as bondades do Senhor; minha boca publicará sua fidelidade de geração em geração.

Sl 95,3-4: Proclamai às nações a sua glória, a todos os povos as suas maravilhas.

Sl 103,1-2: Bendize, ó minha alma, o Senhor! Senhor, meu Deus, vós sois imensamente grande!

Sl 104,1-2: Celebrai o Senhor, aclamai o seu nome, apregoai entre as nações as suas obras.

Sl 105,1.9-10: Louvai o Senhor porque ele é bom, porque a sua misericórdia é eterna.

Sl 116,2: Porque sem limites é a sua misericórdia para conosco, e eterna a fidelidade do Senhor.

Sl 144,1-2: Ó meu Deus, meu rei, eu vos glorificarei, e bendirei o vosso nome pelos séculos dos séculos.

O louvor a Deus é uma forma de expressar gratidão e glorificação pelas obras e bondade do Criador. É importante que, como cristãos, busquemos louvar e agradecer a Deus constantemente, tanto individualmente quanto em comunidade. Ao fazermos isso, estamos reconhecendo a grandeza e santidade de Deus e fortalecendo nossa relação com Ele.