61. Como é que os anjos estão presentes na vida da Igreja?

A Igreja une-se aos anjos para adorar a Deus, invoca a sua assistência e celebra liturgicamente a memória de alguns.

«Cada fiel tem ao seu lado um anjo como protector e pastor,
para o conduzir à vida»
(S. Basílio Magno).


Veja este tema no Catecismo

Parágrafo 334

334.Daqui resulta que toda a vida da Igreja beneficia da ajuda misteriosa e poderosa dos anjos (193).

Parágrafo 335

335.Na sua liturgia, a Igreja associa-se aos anjos para adorar a Deus três vezes santo (194); invoca a sua assistência (como na oração "In paradisum deducant te angeli – conduzam-te os anjos ao paraíso" da Liturgia dos Defuntos (195), ou ainda no «Hino querubínico» da Liturgia bizantina (196), e festeja de modo mais particular a memória de certos anjos (São Miguel, São Gabriel, São Rafael e os Anjos da Guarda).

Parágrafo 336

336.Desde o seu começo (197) até à morte (198), a vida humana é acompanhada pela sua assistência (199) e intercessão (200). «Cada fiel tem a seu lado um anjo como protector e pastor para o guiar na vida» (201). Desde este mundo, a vida cristã participa, pela fé, na sociedade bem-aventurada dos anjos e dos homens, unidos em Deus.

Parágrafo 352

352.A Igreja venera os anjos, que a ajudam na sua peregrinação terrestre e protegem todo o género humano.


Acesse nossos estudos biblicos:

Qual é a importância da gratidão na vida cristã, de acordo com a primeira carta a Timóteo?

Como lidar com a ira e a raiva, de acordo com Provérbios 15:1-2?

Perdão e Reconciliação: Lições da Reunião de Jacó e Esaú (Gênesis 33:1-20)

Como o Rei Asa restaurou a adoração verdadeira e venceu a guerra contra Etiópia em 1 Reis 15:9-24?

O que significa ser um discípulo de Jesus?

O que o livro de Oséias nos ensina sobre o amor inabalável de Deus pelo seu povo?

Qual é o significado do cântico de Davi em gratidão a Deus em 2 Samuel 22?


Livraria Católica