Qual é o significado da metáfora da “Videira Verdadeira” em João 15:1-8?

Em João 15:1-8, Jesus usa a metáfora da “Videira Verdadeira” para explicar a relação que os crentes têm com Ele e o Pai. A videira é uma planta comum na Palestina, e Jesus usou a imagem de uma videira para descrever sua relação com os crentes e como eles podem crescer espiritualmente e produzir frutos.

Jesus começa dizendo: “Eu sou a videira verdadeira, e meu Pai é o agricultor” (João 15:1). Jesus é a videira verdadeira, a fonte da vida e do fruto espiritual para os crentes. Ele é o ponto de conexão entre Deus e a humanidade. O Pai é o agricultor, responsável por cuidar da videira e podar seus ramos para que ela possa produzir mais frutos.

Jesus continua a metáfora explicando que os crentes são os ramos da videira, e que para produzir frutos, eles devem permanecer nele: “Permanecei em mim, e eu permanecerei em vós. Como não pode o ramo produzir fruto de si mesmo, se não permanecer na videira, assim também vós, se não permanecerdes em mim” (João 15:4). A conexão com Jesus é vital para a vida espiritual dos crentes, assim como a conexão dos ramos com a videira é vital para sua sobrevivência e frutificação.

Jesus também adverte que sem Ele, os crentes não podem produzir frutos: “Porque sem mim nada podeis fazer” (João 15:5). É somente através de uma conexão com Ele que os crentes podem crescer espiritualmente e produzir frutos que glorificam a Deus.

Finalmente, Jesus promete aos seus seguidores que se eles permanecerem nele e suas palavras permanecerem neles, eles podem pedir o que quiserem e será feito por eles (João 15:7). Esta promessa enfatiza a importância da conexão com Jesus e da obediência às suas palavras.

A metáfora da “Videira Verdadeira” é uma ilustração poderosa da relação que os crentes têm com Jesus e o Pai. É uma lembrança de que Jesus é a fonte da vida e do fruto espiritual, e que a conexão com Ele é vital para a vida espiritual dos crentes. Aqueles que permanecem em Jesus e obedecem às suas palavras crescerão espiritualmente e produzirão frutos que glorificam a Deus.



Aprofunde seus conhecimentos

340. O que é que o Antigo Testamento ensina sobre o Matrimónio?

163. Como considerar os cristãos não católicos?

298. Quando foi instituído este sacramento?

483. Quando é moralmente consentido o uso da força militar?

572. Porque é que a oração é um combate?

590. Que pede a Igreja rezando: «Venha a nós o vosso Reino»?

183. Qual é a missão do colégio dos Bispos?


Acesse nossos estudos biblicos:

Qual é o exemplo de Sodoma e Gomorra e quais são as consequências da imoralidade e perversão, de acordo com a Bíblia?

Qual é o significado do cântico de Davi em gratidão a Deus em 2 Samuel 22?

O povo escolhido de Deus: O que o livro do Levítico nos ensina sobre a escolha e a santidade do povo de Deus? (Levítico 20:26)

Por que a Bíblia nos adverte sobre a necessidade de evitar a inveja e o ciúme, como mencionado em Provérbios 14:30, e como podemos aplicar esse ensinamento em nossas vidas?

Como lidar com a oposição à verdade do Evangelho?

O que Jesus ensinou sobre o amor ao próximo? (Mateus 22:39)

O que Tito 2:7-8 ensina sobre o padrão de conduta para a igreja?


Livraria Católica