Parágrafo 596

596.As autoridades religiosas de Jerusalém não foram unânimes na atitude a adoptar a respeito de Jesus (424). Os fariseus ameaçaram de excomunhão aqueles que O seguissem (425). Aos que temiam que «todos acreditassem n’Ele e os romanos viessem destruir o templo e a nação»(Jo11, 48), o sumo sacerdote Caifás propôs, profetizando: «E do vosso interesse que morra um só homem pelo povo e não pereça a nação inteira» (Jo11, 50). O Sinédrio, tendo declarado Jesus «réu de morte» (426) como blasfemo, mas tendo perdido o direito de condenar à morte fosse quem fosse (427), entregou Jesus aos romanos, acusando-O de revolta política (428) — o que O colocava em pé de igualdade com que Barrabás, acusado de «sedição»(Lc23, 19). São também de carácter político as ameaças que os sumos-sacerdotes fazem a Pilatos, pressionando-o a condenar Jesus à morte (429).



Aprofunde seus conhecimentos

95. «…Nascido da Virgem Maria»: porque é que Maria é verdadeiramente Mãe de Deus?

48. Como é que a Igreja exprime a sua fé trinitária?

160. Que são os carismas?

57. Se Deus é omnipotente e providente porque é que existe o mal?

529. Como chegar à pureza do coração?

110. Qual o significado da transfiguração?

71. Que relação Deus estabeleceu entre o homem e a mulher?


Acesse nossos estudos biblicos:

Como a história do Rico e Lázaro nos alerta sobre as consequências da ganância? (Lucas 16:19-31)

O que é a Batalha do Vale de Josafá mencionada no livro de Joel e qual é o seu significado?

Qual é a relação entre verdade e alegria mencionada em 2 João 1:4?

Qual é o papel dos líderes na igreja, de acordo com Efésios 4:11-12?

Qual é a promessa de Deus para a restauração de Jerusalém e o que podemos aprender sobre a fidelidade de Deus com base em Jeremias 31:31-34?

Qual é o exemplo de perseverança na espera das promessas de Deus apresentado na história de Zacarias e Isabel em Lucas 1:5-25?

O caráter de Saul e as consequências de suas escolhas: Um estudo de caso sobre liderança (1 Samuel 9-15)


Livraria Católica