Parágrafo 601

601.Este plano divino de salvação, pela entrega à morte do «Servo, o Justo» (444), tinha sido de antemão anunciado na Escritura como um mistério de redenção universal, quer dizer, de resgate que liberta os homens da escravidão do pecado (445) São Paulo professa, numa confissão de fé que diz ter «recebido» (446), que «Cristo morreu pelos nossos pecadossegundo as Escrituras» (1 Cor15, 3) (447). A morte redentora de Jesus deu cumprimento sobretudo à profecia do Servo sofredor (448). O próprio Jesus apresentou o sentido da sua vida e da sua morte à luz do Servo sofredor (449). Após a sua ressurreição, deu esta interpretação das Escrituras aos discípulos de Emaús (450) e depois aos próprios Apóstolos (451).


Aprofunde seus conhecimentos

211. Como podemos ajudar a purificação das almas do purgatório?

76. O que é o pecado original?

60. Quem são os anjos?

267. Qual o rito essencial da Confirmação?

569. Como se caracteriza a oração vocal?

465. Quando é que o cidadão não deve obedecer à autoridade civil?

595. Como é que é possível o perdão?


Acesse nossos estudos biblicos:

Como podemos fugir das aparências do mal, conforme descrito em 1 Tessalonicenses 5:22?

Qual é o ensinamento sobre liderança de servos humildes em 3 João 1:1-4?

Como os Salmos nos ensinam a ser mais sensíveis à presença de Deus (Salmos 139:1-4)?

O que é o Julgamento Final de acordo com Joel 3:14-16?

A volta de Cristo: O que sabemos e o que esperamos (2 Tessalonicenses 2:1-12)?

O que a Bíblia nos ensina sobre a sabedoria como um dom de Deus?

O que a Bíblia diz sobre o julgamento e a justiça de Deus?